Bronquiolite em prematuros

Em seus primeiros meses de vida, principalmente quando nasce prematuro, o bebê deve receber cuidados especiais, pois ainda tem um sistema imunológico frágil e pode desenvolver diversas doenças, como infecções respiratórias.

Uma dessas infecções respiratórias é a bronquiolite, comum nos dois primeiros anos de vida e causada principalmente pelo vírus sincicial respiratório (VSR), mas que também pode ser ocasionada por outros vírus, como o rinovírus (resfriado comum), o adenovírus e o influenza (da gripe).

Os bebês prematuros precisam de um cuidado maior, pois têm a imunidade ainda mais baixa devido à menor passagem de anticorpos da mãe para o bebê pelo tempo reduzido da gestação e correm um risco maior de serem hospitalizados.

Como ajudar a prevenir a bronquiolite em prematuros

  • Evite levar o bebê que tenha nascido prematuramente a lugares onde existam aglomerações;
  • As visitas ao bebê devem ser poucas e espaçadas;
  • Lave sempre as suas mãos e as dele;
  • Peça para quem for visitá-lo também lavar as mãos, pois isto pode ajudar a prevenir diversas enfermidades, além da bronquiolite.

Fique atento aos sinais e sintomas da bronquiolite

Esteja atento a sinais e sintomas como:

  • Desconforto respiratório;
  • Excesso de força ao respirar;
  • Tosse com chiados e falta de ar.

Caso o bebê apresente essas alterações, existe a necessidade de cuidado hospitalar. Entretanto, se não houver complicações respiratórias, o bebê pode ser tratado em casa, sendo mantido hidratado e com a febre controlada.

Em caso de dúvidas, consulte seu médico.

Referências