Pneumonia em bebê prematuro: doença pode ser causada por vírus ou bactéria

A pneumonia é uma inflamação dos pulmões, que pode ser causada por causada por vírus (entre eles o vírus sincicial respiratório – VSR), bactérias, fungos ou reações alérgicas. As causadas por bactérias geralmente aparecem depois de um resfriado ou uma gripe e podem ter sintomas mais leves. Já quando a doença é causada por um vírus, também causa pouco desconforto, mas pode evoluir para algo mais sério.

Quais são os sinais da pneumonia no bebê prematuro?

  • Imunidade baixa;
  • Tosse persistente;
  • Febre abaixo dos 38,5ºC;
  • Perda de apetite.

Como a pneumonia é tratada?

O tratamento da pneumonia depende do agente causador da doença. Se for uma bactéria, são utilizados antibióticos e os sintomas no bebê prematuro melhoram em três ou quatro dias. Já quando a doença é causada por vírus, são usados antitérmicos e analgésicos no tratamento. E nas pneumonias causadas por fungos, utilizam-se medicamentos específicos.

Como a pneumonia é transmitida para o bebê prematuro?

A pneumonia é transmitida pelo ar, saliva, secreções, transfusões de sangue, ou até pela mudança de temperatura (no caso do inverno). Essas mudanças comprometem o funcionamento dos pelos do nariz responsáveis pela filtragem do ar aspirado, o que acarreta em uma maior exposição aos micro-organismos causadores da doença. Lembrando que o bebê prematuro é mais suscetível à infecções porque seu sistema imunológico é mais frágil.

Como prevenir o bebê prematuro da pneumonia?

  • Lavar sempre as mãos quando antes de cuidar ou alimentar o bebê prematuro;
  • Não levar o prematuro para ambientes fechados ou aglomerados;
  • Ficar atendo ao calendário de vacina e manter a vacinação do bebê prematuro em dia – já existem vacinas disponíveis para pneumonia pneumocócica e vacinas contra a gripe também ajudam a diminuir os riscos da pneumonia. 

Referências